Home Política Guilherme Gaudêncio pede ao governo do Estado a troca dos equipamentos hospitalares do Hospital Regional de Serra Branca

Guilherme Gaudêncio pede ao governo do Estado a troca dos equipamentos hospitalares do Hospital Regional de Serra Branca

por admin

A Câmara Municipal de Serra Branca aprovou requerimento em que pede a secretaria estadual de saúde, a troca dos equipamentos hospitalares do Hospital Regional de Serra Branca Yaya Maranhão. O requerimento foi apresentado pelo vereador Guilherme Gaudêncio (PDT), que justificou que alguns equipamentos estão sendo usados há 30 anos e a gestão municipal, até o momento, não fez as substituições necessárias para o atendimento adequado à população de Serra Branca, Gurjão, Santo André, Parari, São João do Cariri, São Jose dos Cordeiros, Coxixola e Caraúbas.

O vereador Guilherme Gaudêncio demonstra preocupação com a situação da saúde dos moradores da região neste momento de pandemia do Covid-19 e solicita ao secretário Estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, a reposição de equipamentos como camas, aparelho de Raio- x e equipamentos da lavanderia.

De acordo com Guilherme, o Brasil e a Paraíba vivem uma grande crise provocada pelo Covid-19, e “testemunhamos todo esforço e empenho, que o Governo do Estado da Paraíba, esta fazendo na prevenção e combate a Pandemia, principalmente na abertura de leitos hospitalares nos grandes centros”.

“Sabemos que a população da região é referenciada em Campina Grande, porém o hospital Regional de Serra Branca, atende uma população aproximadamente 50 mil habitantes, de 8 municípios ( Gurjão, Santo Andre, Parari, São João do Cariri, São Jose dos Cordeiros, Coxixola, Caraúbas e Serra Branca), onde nesse Hospital faz a regulação de diversos pacientes suspeitos de Covid e outras patologia de urgência. O Hospital Estadual Yaya Maranhão, que é administrado pela prefeitura de Serra Branca, já dispõe de toda uma estrutura hospitalar, porém é necessário para um bom atendimento medico, melhores condições em sua estrutura medico hospitalar”, justificou Guilherme.

Postagens Relacionadas

Faça um comentário